Buscar

MUNDIARIO

Tiago Aragão destaca a capacidade de autosuperação no maior evento de Trail Running mundial

O percurso desenrola-se em altitude, onde por vezes chegamos muito próximo dos 3.000m, o que torna a prova ainda mais exigente quer do nível físico, mas também psíquico.

Tiago Aragão destaca a capacidade de autosuperação no maior evento de Trail Running mundial
Tiago Aragão.
Tiago Aragão.

Tiago Aragão, treinador, personal trainer e praticante de trail running. destaca a capacidade de autosuperação no maior evento de Trail Running mundial, no qual participei na distância de 101 quilómetros com uma elevação positiva acumulada de cerca de 6.000 metros. Arrancamos de madrugada de Chamonix rumo a Itália onde se deu início à competição, na localidade de Courmayeur. Tínhamos pela frente a cordilheira mais emblemática da Europa e o desafio consistia em circundar a mesma, partindo de Itália, passando na Suíça, para terminar em Chamonix – França. Ao longo de vários meses procurei realizar uma boa preparação física com o intuito de me apresentar nas melhores condições atléticas perante um desafio desta dimensão. O percurso desenrola-se em altitude, onde por vezes chegamos muito próximo dos 3.000m, o que torna a prova ainda mais exigente quer do nível físico, mas também psíquico.

Durante as longas horas que demoramos a percorrer a distância, nem só a componente atlética está em jogo, emocionalmente temos que estar na nossa plenitude, de forma que a motivação, ambição e capacidade de superação entrem em jogo por diversas vezes, de forma a conseguirmos ultrapassar todas as contrariedades que nos possam surgir ao longo do dia. Desde dores que surgem próprias do esforço, a pequenas mazelas que possamos contrair, ou mesmo situações específicas que ocorrem com o próprio equipamento, ou até a gestão alimentar e do esforço. Por muito cuidado que tenhamos na preparação pormenorizada de tudo, há sempre pormenores que nos escapam e são essas pequenas contrariedades que se podem tornar em barreiras limitativas para o nosso sucesso.

Foi sem duvida o maior desafio que já enfrentei, onde aliei a paixão pela natureza e pelo trail running, com a exploração de locais únicos de uma beleza extraordinária, em que por diversas vezes tive que superar contrariedades e me manter focado nos meus objectivos: alcançar a meta final.

A capacidade de autosuperação eleva-nos para patamares de realização pessoal inacreditáveis, dá-nos autoconfiança, alimenta-nos o ego e energiza o nosso coração. Com estas experiências de vida, catapultamo-nos para patamares de realização cada vez maiores, ambicionando alcançar novas metas.